2 de jul de 2012

Domingão ensolarado

Foto do perfil



     Ainda adolescente (e faz tempo esta condição!!) curtia muita música negra brasileira e americana. Do cenário verde amarelo, ouvia de tudo: Tim Maia, Jorge Ben, Bedeu, Bebeto, Ivone Lara, Paulinho da viola, entre outros. Na época tinha um swingueiro que sacudia os bailes com seu "Domingo é dia!! De alegria...pego minha prancha e vou para o Guarujá...". Era Joãozinho Carnavalesco, o cara.                                                     
     Ontem, no primeiro dia de julho, reuni a familia e fui passear no Parque da Redenção na companhia da mulher e dos afilhados. Próximo ao Monumento do Expedicionário rolava uma função da Secretaria Municipal de Saúde que esclarecia à população de Porto Alegre sobre os perigos da Aids e a prevenção através do uso de preservativos. Gente animada, crianças correndo, pessoas atentas ao apresentador, pufs coloridos espalhados pelo Parque, jovens identificados vestindo camisetas da Campanha circulando entre o povo e no palco um som pra lá de bacana. Uma tal de Black Trio.  Uma coisa maluca de tão boa, uma mistura de R&B, um funk brasil, reggae brasileiro, sucessos locais, clássicas de ontem, samba do bom e alguns hits chiques do momento. Sim, uma releitura das atuais novidades do centro do país - o Sambô. Enfim, um trio de cinco (4 músicos e uma vocalista pra lá de empolgante, Raquel Pimentel) com seu diversificado repertório sacudindo a Redenção inteira.
            Para culminar a emoção do domingo reencontrei um grande amigo e agitador cultural, daqueles de grife: Bruno Monthy. Melhor que isto??  Só um cachorro quente, ao lado dos afilhados, da mulher amada e com o pé encostado no Colégio Rosário.

Edinho Silva