29 de set de 2017

Nova parceria do Armazém - Boteco do Aldo



             Posentão...

             Depois de um período de negociações sustentadas  por boas garfadas, música de qualidade e muita energia no ar "selamos" uma parceria cultural entre o Armazém do seu Brasil e o simpático bar da André Belo, 584 - Menino Deus.
            Fui apresentado ao local num domingo em que se apresentava a "Encruzilhada do Samba" e sua roda de samba democrática. Retornamos e curtimos na calçada o som bacana e MPB de violão do Lico Silveira e do piano do Rato. Numa outra oportunidade almocei ao som de um violoncelo. E assim funcionam as coisas por lá. Os proprietários misturados com os clientes, o aroma das comidas e do "gentil" café. A vitrine dos doces e as bebidas com os preços justos.
            Com toda a história do Bar e todas as expectativas idealizadas para tempos futuros, como ficar de fora deste desafio?? Sim. Contribuir com a potencialização cultural  do espaço não exige apenas vontade. Seriam necessárias boas doses de criatividade, ousadia, planejamento e uma boa rede de amigos.
           Então decidi aceitar o "desafio" de aproximar-me do Boteco do Aldo com as coisas do Armazém, seus personagens, suas estórias e tudo que possibilitassem o encontro de  pessoas embaladas por boa música, manifestações populares, as comidinhas e as bebidinhas, boas conversas e coisas do gênero.
           A boa música por lá não pára, mas nossas ações já tem datas marcadas:
         dia 10/10 (terça-feira) - a partir das 19h30min até às 23h - a primeira edição do BOTECO XAVANTE - resenhas e roda de samba em homenagem ao Brasil de Pelotas e aos seus torcedores moradores de Porto Alegre.
          Investimento cultural: R$10,00 + R$10,00 de consumo no bar
          Quem anima? "Os Brasileiros" - regional do Armazém e convidados
          Cardápio? Galeto temperado com ervas do Areal da Baronesa, macarrão, polenta frita e salada de maionese.

          22/10 (domingo) - Samba das MASSAS - a partir das 12h até às 16h - resenhas e roda de samba
          Investimento cultural:  R$10,00 + R$10,00 de consumo no bar
          Quem anima? "Atração surpresa"
          Cardápio? Ilhota de massas, frango assado, polenta frita e salada de maionese.

Produção: Edinho Silva - armazemdoseubrasil.blogspot.com

28 de set de 2017

Um bolo pode ser gostoso...mas se for bonito, fica melhor ainda!!



               Posentão...

               Para fugir de empréstimos bancários, "enxugar" as escassas reservas financeiras de todos os dias,  driblar a recessão e manter viva a chama de transformar um SONHO em REALIDADE só mesmo o tal de "escambo cultural" ou "escambo amigo". Uma das definições encontradas de ESCAMBO é o "termo utilizado para designar a prática da troca de serviços ou mercadorias, método de pagamento caracterizado pela permuta e que substitui o uso do dinheiro." Ou seja, se não temos dinheiro? Oferecemos o que nos sobra em troca do que precisamos.
              E como funciona com os amigos, com as parcerias? De forma franca e reta, devemos identificar o que temos a oferecer "de melhor" e propor uma troca de gentilezas ou gentilezas. Busco realizar tal tarefa há muito tempo e inúmeras vezes enfrentei rejeições em minhas propostas. Sempre ficava na dúvida: "Será que estou super valorizando minhas produções ou elevando a qualidade das minhas coisas em detrimento aos dos outros?" Sei lá...
             Fui prosseguindo e talvez, depois de tantas, portas cerradas, justificativas "desconversadas" os ventos estão soprando a favor. Depois de 7 anos de existência do blog Armazém do seu Brasil, tenho conseguido identificar pessoas que acreditam num instrumento capaz de agregar pessoas, divertir, colaborar com alguns profissionais, quando sobra ganhar "alguma coisinha, ter reconhecimento no trabalho.
            Hoje, dia 28/09/2017, recebi duas notícias BEM BACANAS. Uma delas é convite e acolhimento do Alexandre e sua equipe (Boteco do Aldo - rua André Belo, 584 - Menino Deus) para integrarmos sua agenda musical. E a outra  parceria é com o pâtisserie, baterista, confeiteiro e percursionista Cheff Wainer Silva. E assim os dois agregam-se no coletivo de apoiadores do Armazém.
            "Tá, Edinho explica melhor o que estes caras tem de diferente?". Respondo: "Nada, apenas acreditam nas mesmas coisas que eu. Atuando, honestamente, repassando seus serviços de grande talento cobrando valores justos." O Alexandre, do Boteco do Aldo, por exemplo consegue servir diariamente um almoço a R$10,00 com uma carne, ovo frito, massa, arroz, feijão, saladas e guarnições. O café e o suco a firma paga. Duvida? Então vá conferir...
             E o Wainer "confeiteiro dos bons" desenvolve sua arte com a mesma maestria do que as baquetas. Produzindo tortas e bolos artísticos que podem abrilhantar desde uma festa religiosa a um evento social como Bodas de Ouro. E o preço? Aposto que não encontras igual no mercado de Porto Alegre. 

Valeu, Alexandre e Wainer...
Abração,