4 de dez de 2014

Reunião de sambistas "Pedra 90" - Estamos representados, né mesmo, Carlinhos Presidente??



              Era final dos anos 90 e a rua Riachuelo quase explodia de tanto samba e swing que rolava por lá. No El Bodegon - o Samba Quente dos irmãos Manoel Jeronimo - o nego Lon, do Dadinho e do Maurinho, do Daniel, Gregório e de uma galera do samba agitavam aquele pedaço do centro da Cidade. Não muito distante dali, no La Bodeguita, o samba também rolava solto. Com o Guga, o alemão Charles, Silfarney e o inesquecível, Beto sem dedo, do pandeiro. Isso mesmo. Quem não lembra do Beto do pandeiro?? Suas pancadas com ritmo e energia no instrumento eram demais.
            Circulando entre as mesas do Restaurante La Bodeguita, havia um jovem de nome Carlos Bernardes, promissor atacante do time tricolor da capital gaúcha, que ficava com um olho na bola e outro nos cavacos e pandeiros que esquentavam o samba que rolava no lugar. Um belo dia, o moço cansou da bola (ou a bola cansou dele??) e o mundo do samba ganhou um ousado e bem humorado e talentoso sambista. Quem era?? O Carlinhos Presidente. Isto mesmo. O autor do samba "Só tem traíra", campeão de acessos no youtube, amigo dos amigos e que busca espaço na Cidade Maravilhosa.
             Eu não o conhecia e fui apresentado pelo amigo comum Adriano Trindade (o moço do Sarau dos Artistas). Na despedida de Porto Alegre tive o prazer de acompanhar sua performance na Casa de Cultura, sob a direção artística de outro "cachorro do lacre azul, tipo Liquigás"...o músico e arranjador Didi Ferraz. Coisa chique!! Ariel e Marcelo na percussão e um timaço na retaguarda.
            No último domingo, o Carlinhos representou o Armazém do seu Brasil na cerimônia de entrega do Prêmio Edison Carneiro, no Museu de Arte do RJ. Eu fiquei honrado, afinal o primeiro contato foi feito pelo sambista e compositor, minerucho Fábio Santiago. Não emplacamos o prêmio, mas a indicação e a circulação entre bambas já valeu a pena.
Seguinte: o amigo do sambista Guta estará na cobiçada roda de samba do Quintal do Pagodinho, no próximo domingo, dia 07/12. É mole??
abração, meu velho...e diga a ELE que é tudo brincadeira, pois só tem "traíra em outro lugar"...heheheheehe.
Sucessoooooooooooooo!!!

Edinho Silva

2 de dez de 2014

Dia nacional do samba?? É todo dia...to errado??


Zé Evandro, do Clube do pandeiro, Juçara Pinto, do Samba do Irajá, Rogério Sete Cordas, do Linha de Passe, Eu( Edinho Silva) e Luis Fernando Silva Júnior (produtor musical) em gravação de um dos programas do Armazém


            Afirmar que devemos celebrar o Dia Nacional do Samba, ou Municipal ou Estadual ou qualquer outra interferência institucional seria um equívoco na minha modesta opinião. Por que?? Simples. Um samba é legal todos os dias. Com todo respeito que outros gêneros musicais brasileiros e mundiais merecem, duvido que alguém consiga ficar estático, sem sacudir as pernas ou qualquer outra parte do corpo bem pertinho de alguma batucada. Embora muita gente associe uma roda de samba à uma concentração de bagunça, desordem ou algo parecido, NUNCA TEVE o prazer de ouvir sambistas como Paulinho da Viola, Nelson Cavaquinho, Jamelão, Péricles, Alcione, Elizete Cardoso entre tantos nomes.
               Ainda criança ouvia com meus pais a maranhense Alcione entoar o  samba "...Não deixe o samba morrer, não deixe o samba acabar....O morro foi feito de samba e samba pra gente sambar...". Ele resistiu firme, enriqueceu e projetou muita gente trazendo energia e animação a tantas pessoas. Na última sexta feira, por exemplo, Porto Alegre presenciou uma Velha Guarda da Portela vibrante e energética comemorar os 80 anos da UFRGS, em plena Redenção. Era Monarco, Davi do pandeiro e seus amigos, as cabrochas, o cavaquinista e presidente da Portela, Sérgio Procópio...coisa de gente grande.
              Eu e o Armazem do seu Brasil, estivemos no RJ representados pelo sambista gaúcho Carlinhos Presidente, no I Concurso Cultural do Instituto Edison Carneiro. Coisa chique as indicações. E o blog do Armazém que conta histórias e fala de samba?? Atingindo os 31.000 acessos. E o programa de rádio, na www.radioestacaoweb.com, todos os domingos, das 13h às 15h e nas quartas-feiras, após à meia noite ?? Reprisando suas edições e com uma audiência maravilhosa que beira o 800 ouvintes semanais. É mole??
Então, como todo dia é dia de samba...tenho algumas dicas:
- Hoje, 02/12, tem ato ecumênico cultural com a assinatura do CETE, do meu bruxo Sérgio Peixoto;
- tem Banda da Saldanha no Teatro Renascença;
- Samba do Irajá na Casa de Culltura  Mário Quintana;
- Tonho Croco e amigos no Centro cultura Érico Veríssimo cultuando samba;
- exibição do filme sobre o inesquecível Cartola -

            A história de Cartola, um dos compositores mais importantes da música brasileira e também um dos expoentes mais nobres do samba, é a primeira atração da mostra. O documentário “Cartola – Música para os Olhos” (Brasil, 2006, 85 min), direção Lírio Ferreira, Hilton Lacerda, terá sessões dias 1º de dezembro (segunda-feira, 16 horas) e 12 de dezembro (sexta-feira, às 19 horas);
E nos próximos dias, o Armazém do seu Brasil em edição ao vivo, com sarau, entrevistas, gravação de material e roda de samba. Onde??? Porto Buteco Alegre, av. Érico Veríssimo, 627 - Menino Deus.
      Então, com tudo isso não dá para sambar???
Vamos??

Abraços a todos e VIVA O SAMBA!!!