28 de nov de 2014

Quem é do mar não enjoa !! - mais uma de Aracaju



                Em meio a um volume intenso de trabalho existem alguns escassos momentos de folga. Num destes momentos reunimos o staff da delegação gaúcha e fomos conferir uma dica do motorista da van da delegação gaúcha. Conhecer a Praia da Costa, na Barra dos Coqueiro em Aracajú. Um pouco afastado do centro da cidade o lugar era bastante movimentado.
Parte do nosso grupo não simpatizou muito com o local e, tampouco, com a dica do Adilson motorista. Era muita gente. Um "povo de respeito". Tinha de tudo nas areias. Crianças brincando e correndo atrás de uma bola, cadeiras de praia espalhadas, vendedores ambulantes oferecendo suas comidas, bebidas, tatuagens de hena, picolé, pulseiras uma função que lembrava a praia gaúcha de Cidreira em dia de Revellion.
               Sentamos sob a sombra de um grande guarda sol e logo fomos atendidos pelo dono do quiosque próximo dali. O seu Nilton, proprietário do Bar São José. Um senhor baixo, de pele morena e bronzeada,  castigada pelo sol. De forma ágil e afetiva, logo providenciou uns petiscos, bebidas geladas e algumas histórias locais para animar a manhã. Enquanto, dona Deni fritava os peixinhos, eu e o parceiro de delegação Glauco, ouvíamos atentos as boas histórias do mergulhador profissional da Petrobrás há 30 anos. Falou de tudo. De mergulho, de violência em solo, de peixes, de política, de tartaruga (verdadeira aula), licitações públicas, salários supervalorizados, violência urbana, habitações clandestinas, pré-sal e a vida das tartarugas (verdadeiro Projeto TAMAR de conhecimento empírico).  
              Para finalizar a conversa registro uma frase do  moço sergipano ao responder minha pergunta sobre o bairro luxuoso que seria criado nos próximos meses: "Por comemorar com o progresso?? Onde as coisas evoluem, a violência chega junto". "Não gosto, não" - completou o moço do quiosque.  

Música do Brasil com cheiro de latinidade - CIASAMBA.COM




                Era uma terça-feira de novembro e a convite de nossa filha Karol iríamos abraçar uma nova amiga pela passagem de aniversário num espaço aconchegante da Cidade Baixa.  Nome da amiga?? Sonia. Nome do lugar?? Prato do dia. Surpresas?? Muitas. Começando pelo reencontro de velhos conhecidos. Uma música pra lá de bacana. Músicos com larga experiência nos caderninhos pessoais da noite Portoalegrense. Repertório eclético. Bebidas e comidas a preços justos. Coisa bem boa.
               A banda formada pelo Lalau na bateria (um velho amigo de meu sogro), no violão o "mago" Silfarnei, a percussão do Zé Carlos e mais alguns músicos que não conhecia. As vozes?? Jô Souza e Luiza Helena. Precisa mais?? Não precisava, porém tinha um timaço de amigos "canjeiros" do mais alto nível. Gilberto José (o lágrima na garganta), o Souza (Imperadores até morrer - parcerias das antigas), o Celso Silva (do grupo Nosso Samba), o Biá do pandeiro e muitos outros e outras.
               Ouvimos de tudo, de clássicos latinos a relíquias do samba. As pessoas vibravam, dançavam, cantavam, sambavam numa troca de energia muito bacana.
E para nos despedirmos a banda entoou uma composição de Carlinhos Brown que a Bethania e a Ivete Sangalo gravaram. De arrepiar!! Muito obrigado, AXÉ!!!
Grato pela acolhida a maus amigos e familiares e vida longa ao Projeto da Ciasamb@.com.

Edinho Silva

Serviço:
Muito samba, MPB e músicas latinas
Jô Souza, Luiza Helena e a inquieta banda CIASAMB@.COM
Todas as terças-feiras, a partir das 20h.
Prato do dia - João Alfredo, 199 - Cidade Baixa
Estacionamento em frente     

https://www.youtube.com/watch?v=BnpIHxRgZPk

27 de nov de 2014

Muito Obrigado e AXÉ para todos os amigos do Armazém

 
 
 
 
 
 
 
 
          Prezados amigos do Armazém do seu Brasil e das "alucinações" do Edinho Silva
 
          Chegou a hora, meu povo!! 
        Inicialmente, preciso AGRADECER, de forma MAIÚSCULA todo o carinho, apoio e torcida que recebi dos meus familiares, amigos e simpatizantes na função da indicação ao Concurso Literário. Figurar numa lista seleta de experientes pesquisadores e "trabalhadores" da Cultura Popular do Brasil foi um presente indescritível. Melhor do que isso seria o principal prêmio?? Não. A melhor premiação já ganhei. Foram as mais de 150 manifestações de apoio que recebi. E os números vão subindo....subindo...quase 30.000 acessos no blog. Audiência do programa não baixa de 450 ouvintes. Os seguidores aumentam todos os dias. A produção textual acelera-se. As histórias e causos não param de chegar no email (armazemdobrasil@gmail.com). Acho que a euforia é justificável, pois são muitos os números positivos que chegam ao Armazém. Ia esquecendo, vem aí mais um programa de rádio da familia e um semanal de samba ao vivo. Vamos ou vão pipocar??
   No próximo domingo, dia 30/11/2014, às 19h, no Museu de Arte do Rio (http://www.museudeartedorio.org.br/) (Observem a elegancia do lance?), estará ocorrendo a quarta e última etapa do Premio Edison Carneiro, que consiste na avaliação das propostas finalistas pela Comissão Julgadora. Na ocasião serão divulgados junto com a relação dos contemplados em cada categoria com os troféus, medalhas e diplomas de participação na  Cerimônia de Entrega do Prêmio Edison Carneiro. Infelizmente,  por impedimentos profissionais não poderei estar presente para acompanhar de perto a função. Serei representado pelo parceiro do Armazém, Carlos Bernardes - o Carlinhos Presidente e sua mulher e parceira Sandra Britto. O moço citado, em meio a ensaios para realizar sua estréia no quintal do Zeca Pagodinho fará este esforço de representar nossos interesses tanto na Cerimonia de entrega dos prêmios como no III Congresso Nacional do Samba, nos dias 01 e 02 de dezembro, promovido pelo Instituto Edison Carneiro e outros parceiros como a UNIRIO, Fundação Palmares, Portal do Carnaval, RIOTUR e muitos outros.
As seções do Congresso serão transmitidas pelo facebook  (acessível em: https://www.facebook.com/events/639684549475695/ ) e através de um canal pela webTV que divulgarei mais tarde.
          Faltou alguma coisa?? Faltou...AXÉ para todos e MUITOOOOOOOOOOOO "Gradecido" como diz o Zé Limoeiro, o novo personagem do Armazém.
Beijos e abraços a todos.

            Edinho Silva

https://www.youtube.com/watch?v=-yjXxHR8RBE

25 de nov de 2014

Sambar não é pecado - Viva o CETE e o Samba!!




Fábio Verçoza - rei momo de Porto Alegre e Sérgio Peixoto (CETE)

              Reconheço minha juventude nas questões que cercam o samba. Na infância ouvia com meus pais discos do Jamelão, do Noite Ilustrada, Clara Nunes, Alcione, Martinho da vila, entre outros. Nossa família não tinha tradição carnavalesca, porém o samba era o ritmo que embalava as festas de aniversário lá em casa. Como costumo dizer a amigos mais próximos, o samba e o Carnaval chegou bem cedinho aos meus ouvidos e à minha alma. Vizinho à minha rua havia uma escola de samba pequena no tamanho, mas grande na energia: Unidos do Umbu, do talentoso Luis Fernando MENECA. Seus sambas embalavam os sonhos dos vizinhos da Medianeira. E no dia do desfile?? Aquela chuva torrencial em plena avenida. Os carnavalescos da época devem lembrar. Umbu na avenida, era chuva na certa. Enfim, lembrança muito boa. Neste mesmo período os Imperadores do Samba ensaiavam na Carlos Barbosa. E quem cantava seu samba enredo?? Maria Helena Montier e seu vozeirão harmonioso. Outro dia conto mais sobre este tempo.
              Outro dia me perguntaram se eu tocava algum instrumento?? Respondi: "Infelizmente, não toco, não componho, não canto, não sei sambar, nunca desfilei na avenida, não usei fantasia e nem coordenei nenhuma ala". Isto me faz ser menos carnavalesco ou menos sambista?? Claro que não. Aprecio, acompanho e respeito há muito tempo todas estas manifestações culturais populares. Qualifiquei-me na AECPARS como "avaliador de Carnaval" tendo aulas com Zé Cartola, Maestro Mota, Deoclécio de Souza, Claudinho Macedo e tantos outros. Nesta jovem caminhada, construí algumas relações de amizade entre elas a de um incansável e experimentado sujeito chamado Sérgio Peixoto - principal liderança do CETE - Centro de Estudos e Pesquisas de Tema Enredo e Memoria do Carnaval, uma espécie de instituição ativa e fonte geradora de informações da arte momesca e de preservação do samba e do carnaval em Porto Alegre.  Em 2010, convide-o para participar de um projeto cultural e conversar com os convidados sobre o tema. Na ocasião pude num curto espaço de tempo (precisamente 45 minutos), identificar uma significativa parte da história do Carnaval através de seu relato.
              Pois, a ousadia do moço e seus apoiadores não para. No próximo dia 02 de dezembro de 2014, terça-feira, a partir das 19h30min, o CETE promove a Celebração ao Dia Nacional do Samba. Onde? No belo espaço da Igreja da Paróquia Nª Senhora das Dores, na Rua dos Andradas, onde será montado um palco para uma celebração de uma cerimônia inter-religiosa que contará com bênçãos religiosas, através de representantes do do Conselho Estadual da Umbanda e dos Cultos Afro Brasileiros, da igreja católica (anfitrião Padre Almeida - pároco da Igreja das Dores) e a benção das águas, que será ministrada por frei Suzin, para a lavagem simbólica das escadarias do templo. (Comunidade Maria da Conceição/Pastoral do Negro). A parte artística estará a cargo do grupo Afrosul e do coral Cecune. Na parte externa da igreja, ocorrerá a bênção aos estandartes presentes e, logo em seguida, uma bateria acompanhada de intérpretes convidados fará o Samba ecoar pelo centro de Porto Alegre. E assim a UDESCA (União dos destaques de Carnaval de Porto Alegre), o poder público representado pela Secretaria Municipal de Cultura, o Conselho Estadual da Umbanda e dos Cultos Afro Brasileiros, AECPARS, LIESPA,UECGAPA,UDESCA, Coral Cecune, Codene, Afrosul, entre outros serão recepcionados e contemplados pela iniciativa do CETE.
              Quer mais ousada e brasileira mostra de plenitude nas cores verde e amarela?? Aqui no Sul nunca ouvi falar. Vida longa à cultura popular!!!
Nosso abraço forte ao Sérgio Peixoto e a toda galera do CETE.
                  Eu e a turma do Armazém do seu Brasil já garantimos presença. Vamos??

Edinho Silva