20 de mar de 2013

A vida manda sinais - Parte 2


            Por problemas técnicos na região onde estão localizados os equipamentos da Rádio Estação Web não apresentamos o inédito do Armazém do seu Brasil do último dia 17/03/2013. A edição está muito bem elaborada com seu quadros de gastronomia, curiosidades, indignação e muito samba legal. Tem Samba de saia (direto de Curitiba) Arlindo Cruz, Elza Soares, Luiz Melodia, Toninho Geraes, entre outros. Na abertura havíamos planejado um Emílio Santiago e sua talentosa voz interpretando nosso homenageado do mês, Cartola e um de seus classicos - "As rosas não falam". Era uma forma singela e personalizada de prestar uma homenagem a um grande nome do cenário nacional que havia sofrido um AVC há alguns dias. Nesta mesma edição do programa, Emilio está escalado em outros 3 sambas do João Bosco e Aldir Blanc. 
            Pois não é...que na madrugada de hoje foi anunciada sua passagem?? Inúmeras manifestações locais, nas redes sociais, nos canais de comunicação do Brasil inteiro prestam as devidas homenagens. Particularmente, algo me inquieta e por certo, o Zeca do surdo. Se o advogado cantor, com seu estilo próprio de cantar (para muitos pasteurizando as composições alheias!!) e sua elegância no figurino era tão bom, por que não tocava muito mais nas rádios do Brasil?? Ora, porque muitos de nós somos embalados pela massificação de tudo que nos é proposto goela abaixo. Então com a permissão do GRANDE Djavan que faz show em Porto Alegre, do Ney Mato Grosso que cantou na semana passada, ao Naldo que inicia uma excursão internacional nos próximos dias (vai rebolar e mostrar sua água de côco nos EUA), ao Rei que segue dizendo todos os dias que é o cara(?), nas próximas 48h ouvirei, sempre que puder, todos os discos de vinil e cds que tiver na minha casa, do intérprete inesquecível da música Saigon. E era isso, compartilho os sentimentos dos meus amigos Rodrigo Bottin, Claudinho Pereira, Adriano Trindade, Fábio Santiago, Alex Bagé e todos os amigos do Armazém que curtiam o Emilio Santiago.
          E como disse no início do texto "a vida manda sinais", renovo o convite para prestigiarem o Armazém do seu Brasil do próximo dia 24/03/2013, das 13h às 15h, que traz na abertura um poema cantado do Cartola na voz do vencedor de prêmios internacionais e destaque no Brasil.
        Todos curtindo e aplaudindo mais uma estrela da AQUARELA BRASILEIRA e sua constelação.
Abraços,

Edinho Silva

Armazém do seu Brasil - informação, entretenimento e samba bacana
www.radioestacaoweb.com
Domingo - das 13h às 15h  

19 de mar de 2013

Energia e boa música num só lugar


 


           Por intermédio de um grande amigo Rodrigo Gandolfi, uma das lideranças da energética produtora e escola de música e novos talentos - Musicollege, de Canoas, conheci há alguns anos o músico, compositor e arranjador, Adriano Trindade.
             Pois, em meia dúzia de encontros e animadas conversas com este moço - o sir Trindade, como dizem alguns próximos seus, pude perceber o talento,  determinação na busca dos seus sonhos, comprometimento, disciplina, ousadia, sensibilidade, faro e generosidade,. Tentarei explicar.               Talento? Pensa que é fácil, sair de uma cidade da região metropolitana de Porto Alegre, com algumas roupas na bolsa, um passaporte, centenas de projetos na cabeça, muitas músicas de grandes nomes do cenário musical brasileiro (da Bossa Nova ao samba), sonhos de infancia e um violão debaixo do braço rumo à Europa?? Não é mesmo. Percorrer caminhos nunca antes visitados, bater de porta em porta, cantar de graça, esperar horas para tocar minutos, procurar entender o idioma estrangeiro e se comunicar pelo instrumento ou pela música do Vinicius de Moraes, do Chico Buarque ou do Milton Nascimento. Não é fácil. Tem que ser talentoso.
Determinação na busca dos sonhos?? Coração apertado, longe de casa, da familia dos amigos, do Porto Seguro, em terras distantes para levar seu canto, seus acordes e sua vontade de conhecer gente e um pouco mais da música brasileira espalhada pelo mundo também não é nada fácil.
Comprometimento?? Agenda marcada é compromisso. Horário de show é sagrado. Tempo de retorno e contato com a base, sua familia, também é cumprido.
Disciplina?? Nem pensar interpretar algum artista brasileiro, sem buscar ser fiel à melodia original e a toda a construção artistica de cada canção. Nunca. Se for para cantar Djavan, João Bosco ou Caetano, os acordes deverão ser os originais. Cada um tem uma voz. Uma interpretação própria, mas a fidelidade nos arranjos e letras é fundamental para as reverências.
Ousadia?? Não conheço lugar desta cidade, deste país ou daqui há pouco deste mundo que não tenha passado pela cabeça do moço. Os palcos de diferentes cantos do mundo são desbravados por este Brazuca. Não tem ruim, mesmo!! Se hoje toca numa pracinha a céu aberto de uma cidade do Interior do Paraná, num pub na serra gaúcha, amanhã poderá estar na Bélgica ou em Sorocaba. E SEMPRE com o mesmo carisma e simpatia.
Sensibilidade?? Na escolha do repertório e no acolhimento às pessoas isso fica evidenciado.
Faro?? Aproxima-se dos parceiros do BEM e de pessoas que, assim como ELE acreditam na busca de seus sonhos e de que podem através da música levar um pouco de alegria e emoção aos corações de quem possa se aproximar.
Generosidade?? Dificil conceituar a generosidade nas pessoas, mas refiro-me ao compartilhamento de espaços, oportunidades. Inicialmente, nas apresentações locais em que presenciei. Nas muitas apresentações em Porto Alegre, pude conferir vários músicos diferentes de excelência. Do mais renomado ao mais anônimo. Do cara da moda ao que foi um dia um ícone na cena local. E assim é o cara. Se subiu no palco com o Jorge Vercilo, o fez com a mesma emoção com que recebeu o Tonho Croco na Inglaterra ou tocou um pagodinho num animado domingo no trailer de lanches de Canoas com seus amigos de infância.
               Na noite de ontem, o Adriano Trindade reuniu um timaço em enérgico Sarau de músicos. Na platéia além dos amigos, familiares, haviam nomes consagrados da MPG (Gelson Oliveira entre outros). E no palco?? Bah!! Delicia de som. Como anfitrião o Adriano, convidou para assessorá-lo na condução do evento o Gabriel Moura, sobrinho do inesquecível e encantador Paulo Moura, músico e letrista, parceiro do Seu Jorge. Presentes ainda, o compositor e sambista Fábio Santiago, um pouco gaúcho e um pouco mineiro. O regueiro legal, Rafael Machado. Zé Caetano e uma outra cantora que não recordo o nome. O Juliano Moreira, com seu Blues e o groove invocado de seu inquieto violão e a outra presença feminina Letícia, um dia Oliveira. Seleção para começar de manhã e findar à noite. Apresentando composições autorais de diferentes estilos o grupo de músicos energizou a FNAC explodindo com a apresentação da música do Gabriel Moura - Salve Jorge, conhecida nacionalmente na voz do Seu Jorge.
         Extase puro no "shoppis" como diria o tio Nicolau, do Rubem Berta.
         Eu fui e adorei.
 
Edinho Silva    


Caminho das Indias





Esta é na conta do  Zé Prettin

                   Conta ele que, seu amigo e parceiro, o alemão Max tem faro para moça bonita. É só perceber alguma olhada mais insinuante de um rosto feminino o moço fica doido. Sem vergonha alguma. Costuma dizer: "Se a princesa deu mole, por que não conhecer melhor o sapinho aqui"? E segue metendo os peitos, fazendo galanteios, combinando cafés, espumantes e todas as coisas que classificam um Don Juan.
                    Pois, não é que o cara se deu muito mal numa dessas abordagens?? Indo para a PUC/RS onde estuda Educação Física, o cara embarca num ônibus da Carris e "busca com os olhos" um banco onde esteja sentada alguma gata universitária da FAMECOS ou da Psico. A viagem não poderia ser em vão, alguém tinha que ser fisgado. Dos muitos assentos ocupados, localizou um livre. Apenas com uma morena bronzeada, olhos esverdeados, cabelos pretos, lábios carnudos, voz delicada e boa conversa. Uma musa. Com acessórios discretos, vestia uma bata e um vestido indiano lindo. Era tudo o que o moço queria: MULHER BONITA, SIMPÁTICA E ACOLHEDORA aos apelos galanteadores do cara.
                     Do embarque no onibus até a Faculdade foram 35 minutos de animada conversa. Na finaleira, antes de chegar na parada de ambos, o convite do malandro. "Que tal irmos no Araújo Vianna no show do DJAVAN, assim podemos nos conhecer melhor ao som de um sujeito apaixonado, não achas??"  Perceberam a ousadia?? Ela topou, afinal o bonitão era muito educadinho e apessoado.
                      Preparados para desembarcar, o cara ofereceu a vez à bela universitária  "indiana". Possivelmente, por emoção, brutalidade ou encanto, o alemão Max deu um "pisão" no vestido da criatura e simplesmente deixou a moça com as roupas íntimas à mostra em plena parada de ônibus próxima à entrada da Universidade. Uma colega sua que vinha logo atrás sacou de uma jaqueta e a cobriu para evitar desastre maior. Ali, o educador físico, pagodeiro e bom de papo viu "seu alvo" escapar.  
                     Como costuma dizer, o tio João do Brasil: "Pobre quando acha pão, a manteiga está virada para baixo". E foi assim, o resultado da ação do namorador atrapalhado. Literalmente, por um passo mal dado perdeu, quem sabe, o amor da sua vida ou uma agradável companhia para prestigiar o Djavan e suas músicas romanticas.   

17 de mar de 2013

Reprise das boas




A vida manda sinais...Sempre acreditei nisso.

      No cantinho de Porto Alegre onde são gerados os programas da Rádio Estação Web ficamos sem energia elétrica em boa parte da manhã. Isso nos obrigou a reorganizar a programação do dia 17/03/2013.

       Sendo assim, para aqueles que não ouviram a inédita composição do Cartola, na voz da Alcione e do autor, Ivone Lara na companhia da Paula Toller, a Maria Rita cantando Gonzaguinha e Arlindo Cruz, Elza Soares cantando Bezerra da Silva, Araci de Almeida interpretando Noel Rosa.

        Bora lá, na reprise do programa em homenagem às mulheres.

To te esperando, hein??


Abraços e bom domingo a todos.
Edinho Silva 


Em tempo: Galera de Curitiba não entristeça - semana que vem inédito é com o Samba de saia.

Jam Session bem brasileira


Foto: Vem ai a sétima edição, não vai ficar de fora né?
           Segunda-feira na vida das pessoas é dia de dietas leves, ajustes nas agendas profissionais, ligar para o amigo distante, reposição da geladeira, devolver o livro emprestado, falar com a professora do filho. Mas também curtir boa música.
          Não percam, na segunda-feira, dia 18/03/2013, às 19h, na FNAC - Shopping Barra (Porto Alegre) uma seleção de artistas bem legais da música brasileira. Com os instrumentos afinados, cheios de energia e com os passaportes tinindo para novos vôos e projetos ousados nomes como Adriano Trindade e suas vivências internacionais, o Fabio Santiago e seu samba gaúcho no coração das Minas Gerais, o Rafa Machado, seu reggae e suas incursões na música Brazuca e muito mais.
        Vamos?? Eu vou. E cedo, né?? Não quero ficar de fora.

Abraços a todos,

Edinho Silva