4 de fev de 2016

Para que Casas de Cultura??





Um dia, li em algum lugar a seguinte citação de um fragmento de Eduardo Alves da Costa do texto intitulado: No caminho com Maiakovski ..."[...] Na primeira noite eles se aproximam
e roubam uma flor do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não se escondem;
pisam as flores, matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia, o mais frágil deles
entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a luz, e,
conhecendo nosso medo, arranca-nos a voz da garganta.
E já não podemos dizer nada. [...]"




           Hoje pela manhã, avistei pelas redes sociais que a Casa de Cultura Mário Quintana foi fechada. Sinceramente, quero acreditar que o fechamento é temporário.
            Num momento em que Porto Alegre atravessa momentos de tristezas, intolerâncias entre as pessoas, violência urbana em todos os cantos e bairros, eventos naturais como os ventos e chuvas dos últimos dias, incompatilidade de interesses e conceitos entre o que é viver em paz pelas ruas da cidade NÃO PRECISÁVAMOS de mais esta arbitrariedade contra a Cultura, Poesia e Arte Popular, né mesmo??
        
Um amigo do Armazém do seu Brasil, o professor e músico José Aloisio Prediger, liderança mor da Escola de Música Prediger, tradicional espaço cultural e de aprendizado em Porto Alegre publicou em sua linha do tempo (04/02/2016) uma postagem que compartilho com o máximo prazer.

"Hoje, nosso Centro Histórico ficou um tanto mais triste...É com imenso pesar que recebo a notícia de que um dos nossos grandes ícones culturais, a Casa de Cultura Mário Quintana, fechou suas portas.

Há quase cinco anos desfruto da honra de poder contar semanalmente com uma das vistas mais privilegiadas do fim de tarde porto-alegrense. No Café Santo de Casa não há por do sol que se repita e todos são lindíssimos....
É realmente uma dádiva poder trabalhar com música em um lugar assim.


Vocês podem imaginar que o motivo do fechamento é irreparável...

Até mesmo pq, em q momento um indivíduo ligado à cultura pensa "Casa de Cultura... Não precisamos disso aí, não..."?

Pois bem...O motivo foi a interrupção do pagamento pelos serviços de limpeza e segurança...Isso mesmo!

O que será que passa com nossos governantes??? A Casa é um centro pulsante, vivo, intenso... A Casa é uma manifestação da essência do que há de mais belo nessa nossa cidade já tão retalhada por más escolhas...

E plural! Abraça a todos! Indistintamente! Há espaço para todos os gostos, estilos e interesses. O silêncio que hoje irrompe na Casa precisa da minha voz, da tua voz, da nossa voz... Se há uma boa causa a se abraçar é a de não se conformar com o retrocesso! Chega de incompetência e descaso! As portas que se fecham são nossas assim como a força para reabri-las! Zé Prediger.

Algo precisa ser feito imediatamente...Apelarei para meu amigo Zé Evandro, do Clube do Pandeiro, para organizar um Pandeiraço. À galera do Falos e stercus para a promoção de atos teatrais. Ao Bloco da Laje para uma batucada ensurdecedora diante do CCMQ. Ao Sindicato dos músicos para organizar Saraus e serestas. Aos cinéfilos de plantão para acionarem o "povo intelectual" e os amantes da grande tela para organizarem ações que promovam a imediata reabertura.

Enfim, na Porto Alegre dos Fóruns Mundiais, da Feira do Livro, do Iberê Camargo não PODEMOS PERDER MAIS UM ESPAÇO DE CULTURA. Mário Quintana, Lupicinio Rodrigues e tantos outros devem estar chorando em algum lugar.

Principe CUSTÓDIO!!! "Ajuda nóis!!!"