2 de abr de 2018

Condomínio fechado é mais seguro. Não acham??





    • Posentão...
    •  
    •         O nego Edi nos conta uma estória ocorrida no sábado de aleluia. Os protagonistas? O nego Tidão do cavaco e o César Braguinha. O pecado dos caras já começa na sexta-feira santa. Um deles (o Tidão) trabalhava numa oficina mecânica  e o outro (Braguinha) trabalhava numa farmácia no Centro da Cidade.
    •        Duplinha de galanteadores e sambistas nas horas vagas percorreram quase toda Porto Alegre atrás de uma roda de samba, em pleno dia santo. Não foi fácil, mas lá pelas bandas da Zona Norte (lá pelo Sarandi) encontraram a "muvuca". A busca foi feita a bordo de um carro bacana que estava no conserto na oficina mecânica, onde o Tidão trabalhava. Não atuava como mecânico, não tinha habilidades. Lavava peças e manobrava os veículos que chegavam.
    •           Como tinha acesso às chaves, escolheu o melhor "auto", chamou o parceiro e saiu à procura do tal samba. O pagode estava movimentado. Bebidas geladas "circulavam", os casais sambavam, tudo era festa em plena sexta-feira santa. Não tinha churrasco, mas muita bebida e paquera.
    •        Não demorou muito para "duas donzelas" amigas cairem na lábia da dupla. Em pouco tempo, os casais já estavam familiarizados e antes que a noite avançasse decidiram buscar um local mais reservado. Com a grana um pouco curto o Braguinha sugeriu que fossem para a casa de uma das mulheres para programarem algum outro programa.
    •        A empolgação foi tanta que, acabaram adormecendo no "cafofo" das moças para realizar um churrasco no sábado de aleluia. O Tidão havia apresentado ao grupo uma noitada mais discreta e uma carne assada num lugar bacana no outro dia. Logicamente que todo este zelo tinha razão. "Como circular com um carro do cliente pela Cidade??" Enfim...as gurias toparam o "papo doce" dos moços.
    • Amanheceu e logo cedo, o Tidão sugeriu que todos levantassem depois de um café bebido e rumassem para um condomínio fechado que os amigos construiriam suas casas. Como ambos estavam em regime de separação e eram velhos amigos, entenderam ser possível a vizinhança. A dupla passou na casa de um terceiro amigo, apanhou espetos, facas e rumou para um açougue escolher a carne.
    •           Na cidade de Viamão, região metropolitana de Porto Alegre, existe um parque florestal (Saint Hilare) cuja a área possui uma vegetação muito bonita, churrasqueiras espalhadas, lagos, espaço para estacionar e o mais importante: porteiro e vigilantes no acesso de entrada. Para ingressar no Parque não há a obrigatoriedade de pagamento de taxa, bastando a identificação aos responsáveis pela cancela. "Malandramente", o Tidão que dirigia o carro ao passar no portão principal e ser abordado pelo vigilante florestal, sutilmente, alcançou uma cédula de R$10,00. 
    •           Ingressaram no Parque, com as convidadas, as carnes, as bebidas e uma vontade de escolher(?) os lotes que construiriam suas casas. E por que, não ouvir a opinião das "novas namoradas"?? Foi um dia inesquecível para todos. Inclusive os NOVOS MORADORES DO CONDOMÍNIO FECHADO. Os detalhes da estória e sua continuação?? O nego Edi não quis saber...Até ELE ficou com nojo dos amigos...